FIG 2019: Banda de Pau e Corda no Palco Mestre Dominguinhos

E Ontem a Banda de Pau e Corda se apresentou no Palco Mestre Dominguinhos mostrando no show toda a sua trajetória dos seus 45 anos de existência onde 18 anos eu pude fazer parte dessa história linda percorrendo por todo Brasil tocando belas canções junto a essa galera maravilhosa. E Ontem (20) a Banda de Pau e Corda tocou dentre várias canções maravilhosas uma música minha com parceria com Nando Amaral e Wilson Muniz chamada "Água Luz " nessa música eu falo do Rio São Francisco de onde ele nasce , dos seus afluentes das margens direita e esquerda , da visão do velho Chico no formato do Cavalo Marinho e fechando a letrada música, é citado os estados que deságua o rio São Francisco no mar. E nesse show que eles vão percorrer várias cidades brasileiras em comemoração aos 45 anos a minha música Água Luz irá compor o repertório junto com as belíssimas músicas da banda que pra mim é uma alegria muito grande poder estar presente com uma composição feita com muito amor e carinho falando do velho chico.
Wilson Pessoa

SOBRE A BANDA DE PAU E CORDA

Parte de um dos momentos musicais mais efervescentes da música pernambucana, a Banda de Pau e Corda iniciou sua trajetória mostrando que a música regional e a cultura popular também podem ser sofisticadas. Conhecido pelo cuidado poético, o grupo rapidamente conquistou muitos admiradores, como o escritor Ariano Suassuna e o sociólogo Gilberto Freyre, que escreveu a apresentação do álbum de estreia, intitulado “Vivência”, de 1973. A obra do grupo, que ainda inclui outros discos icônicos, como “Redenção”, “Arruar” e “Nossa Dança”, inspirou contemporâneos – como o Clube da Esquina, de Milton Nascimento, Lô Borges e Wagner Tiso – e futuras gerações do Brasil todo a ressignificarem seu sotaque. 
(Texto: Camila Estephania)

CONFIRA AS FOTOS DO SHOW DE ONTEM :




























Fotos: Wilson Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atualizações

Traduzir