Incêndio de grandes proporções derruba estrutura central e destrói parte da catedral de Notre-Dame

 Catedral de Notre-Dame

Um incêndio que teve início às 13h50 de hoje (18h50 no horário local) destruiu grande parte da catedral de Notre-Dame, em Paris, o monumento histórico mais visitado de toda a Europa. Cerca de uma hora após o início das chamas, o pináculo central, uma espécie de torre pontiaguda em formato de flecha, foi consumido pelo fogo e desabou. Não há feridos.

O pináculo, que tinha 93 metros de altura, 500 toneladas de madeira e 250 toneladas de chumbo, estava passando por reformas havia apenas quatro dias. Ainda não se sabe a causa do incêndio, mas os bombeiros acreditam que as obras na parte superior da igreja parisiense possam ter sido o motivo. Por enquanto, o caso é tratado como "acidente" pelas autoridades francesas.

Quatro horas após o início das chamas, o incêndio ainda não havia sido controlado. Os bombeiros já admitem a possibilidade de quase nada da catedral ser salvo do fogo. A ONU informou que ajudará a França nas obras de reconstrução.

A Notre-Dame começou a ser construída em 1163 e suas obras foram encerradas em 1345. A igreja passou por uma grande restauração no século 19, com o sucesso do livro O Corcunda de Notre Dame. Na quinta-feira passada (11), 16 estátuas em cobre foram removidas da parte superior da catedral pela primeira vez em um século para serem limpas. Por isso, escaparam das chamas.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) manifestou "profundo pesar" pelo incêndio. Outros líderes mundiais, como os presidentes Emmanuel Macron (França) e Donald Trump e as primeiras-ministras Angela Merkel (Alemanha) e Theresa May (Reino Unido) também se solidarizaram.



Fonte: Uol/Paula Almeida
Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atualizações

Traduzir