O Som do Vinil é Melhor que o Digital?

Eu particularmente gosto muito mais do som do disco vinil do que o do cd



O som do disco de vinil é normalmente percebido pelos seus apreciadores como um som mais rico em detalhes, o que leva a uma sensação de ser um som mais real do que o MP3 e o CD.

Cientificamente se explica esta percepção pelo fato dos Lps serem mídias analógicas que permitem a gravação de uma gama de frequências sonoras muito superior ao som digital. Tente fazer um teste você mesmo para a percepção destas diferenças, adquira um CD, um MP3 e um Lp do mesmo título e aprecie comparando as mídias, eu até iria recomendar acompanhar a audição com um bom vinho, mas deixe para depois, pois o seu efeito de felicidade pode atrapalhar o desempenho psicológico sua avaliação.

Mas para perceber estas diferenças, existe a necessidade de que se tenha um equipamento que possa extrair a qualidade do som disco de vinil. Alguns equipamentos não possuem as regulagens necessárias para aproveitar o melhor do som analógico, alguns equipamentos até depõe contra o resultado final, captando e executando o som com qualidade muito inferior do que se é possível proporcionar, fazendo um relação com vídeo, seria como instalar Blu-Ray em uma Tv de tubo, a mídia é boa, porém o equipamento não é capaz de traduzir toda a sua qualidade.

Invista em um bom toca discos (aqui dou dicas de como escolher), com um boa cápsula e um bom aparelho de som com caixas que reproduzam uma gama de frequências representativa, aí será possível você perceber a diferença entre as mídias (vai devagar que isso custa caro! eu mesmo levei 15 anos pra conseguir adquirir o meu).

Eu pessoalmente sou apaixonado por vinil e como gosto pessoal, prefiro as frequências e timbres provenientes dele do que em relação às mídias digitais, embora não possa condenar por total o som digital, pois arquivos FLAC de alta qualidade, oferecem excelente reprodução dinâmica de áudio, isso é notório quando comparado com o CD e MP3, que por sua vez também não deixam de ter o seu valor, por sua praticidade e possibilidade streaming, pois é como se eu pudesse quebrar um galho e “ter os meus 6000 lps” em qualquer lugar.

Enfim, somando a todos estes fatores de áudio, ainda existe a sensação peculiar do Lp ter uma capa que é uma obra de arte! As vezes até mais arte que a própria gravação sonora que consta no vinil. Em uma opinião muito particular, não há como substituir estas sensações de sentar na poltrona colocar o disco pra rolar, sentir aquele som que preenche todo o ambiente e ficar apreciando a capa, encartes e detalhes que fazem parte da obra (agora sim o vinho é indispensável).


Fonte: L. R. Bilesky – Colecionador

Atualizações

Traduzir