Morre o escritor americano Jim Harrison aos 78 anos

O escritor americano morreu este domingo aos 78 anos. "A good day to die", "Legends of the fall" e "Dalva" são três das obras icónicas do escritor. Deixa 14 romances e dez livros de poesia. 
 
 
Jim Harrison morreu este domingo aos 78 anos. O autor americano apelidado de “força da natureza” é conhecido pelos trabalhos de poesia, ficção e ensaios. Harrison chegou a ser comparado a William Faulkner e Ernest Hemingway. “A good day to die” e “Dalva” são duas das obras mais conhecidas do escritor.

O filme “Lendas da Paixão” tem origem na obra do escritor “Legends of the fall”. O autor morreu em casa, no estado do Arizona, devido a um ataque cardíaco. Jim Harrison deu uma das últimas entrevistas ao New York Times. Questionado sobre os planos de próximas leituras, Harrison respondeu, a 17 de março: “Não tenho planos. Estou à espera do que vier”. Sobre quem gostaria que fosse o escritor da história da sua vida, Harrison responde: “Eu próprio. O único escritor possível”.
 
O anúncio já corre nas redes sociais e os utilizadores partilham frases icónicas do escritor. “O hábito é o que destrói a arte” é uma delas.
 
 
 
 
 
Observador

Atualizações

Traduzir