Morre aos 80 anos a atriz Yoná Magalhães

A atriz Yoná Magalhães morreu às 10h05 da manhã desta terça-feira (20) na Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo a instituição, Yoná deu entrada no pronto-atendimento de cardiologia no dia 18 de setembro e foi submetida a uma cirurgia para corrigir uma insuficiência cardíaca. Após o procedimento, ela foi internada na UTI, mas apresentou complicações pós-operatórias que resultaram na morte.

Ela deixa o filho Marcos Mendes, de seu casamento com o produtor Luis Augusto Mendes. O velório da atriz está marcado para a manhã desta quarta-feira, no Memorial do Carmo. A cerimônia de cremação será às 13h30, no mesmo local.

Yoná foi a mocinha pioneira na teledramaturgia da TV Globo. Participou de dezenas de novelas, na Globo, na Bandeirantes e na Tupi, além de filmes como "Deus e o Diabo na Terra do Sol" (1964), de Glauber Rocha. 

Em depoimento ao UOL em 2014, 50 anos depois do lançamento de "Deus e o Diabo", Yoná Magalhães contou que o então marido, Luiz Augusto, foi quem convenceu Glauber a chamá-la para o papel de Rosa, uma personagem sofrida que lhe proporcionou umas das atuações mais importantes de sua carreira.

"Creio que Glauber teria outra atriz em mente, porém se viu levado a me aceitar, cofiando mais em sua habilidade como diretor do que em meu talento. E ele estava certo: criou a Rosa e conseguiu fazer com que uma atriz iniciante, apesar de já ser profissional, realizasse uma grande performance", disse a atriz.

Yoná fez parte do elenco das novelas "Paraíso Tropical", "Senhora do Destino", "As Filhas da Mãe", "A Próxima Vítima", "Meu Bem, Meu Mal", "Tieta" e "Roque Santeiro" e das séries "Tapas & Beijos", "Carga Pesada", "Engraçadinha" e "Grande Sertão: Veredas". Seu último trabalho na TV foi em "Sangue Bom", em 2013.

Artistas que conviveram e atuaram com Yoná lamentaram a sua morte. "Eu estou muito emocionado, acho que é uma perda tremenda, porque além de ser uma excepcional atriz, ela foi uma pioneira. Lamentavelmente, agora, nós perdemos a grandiosa Yoná Magalhães. Tudo que Yoná tocou, tudo foi excepcional, é terrível, uma pessoa excepcional, uma amiga leal, generosa, muito dedicada, sempre presente, sempre disposta a ajudar", disse Juca de Oliveira à GloboNews.



Uol

Atualizações

Traduzir