Garota de 9 anos constrói pequenos abrigos gratuitos para mendigos porque acha que todos devem ter onde viver

Hailey Ford pode parecer uma garota de nove anos como qualquer outra, mas sua bondade é bastante incomum e inspiradora.


Ela assumiu a missão de ajudar os desabrigados em sua comunidade, dando-lhes um lugar para dormir.

Enquanto a maioria das outras crianças de sua idade está se divertindo, Hailey pega ferramentas para construir pequenos abrigos para as pessoas que vivem nas ruas. "Eu simplesmente não aceito que existam pessoas sem um teto. Eu acho que todo mundo deve ter um lugar para viver”, declarou a garota.

O espírito filantrópico de Hailey despertou quatro anos atrás, quando ela e sua mãe compraram um sanduíche a homem morador de rua, em sua cidade natal, Bremerton, Washington, EUA. Este simples gesto despertou algo em seu pensamento, e ela percebeu que queria fazer mais para os desabrigados. Então ela teve a ideia de plantar um jardim, chamado de ‘colheita de Hailey', para cultivar e doar produtos frescos.

"Eu aceitei, pensando que iria durar uma semana. Já se passaram quatro anos, e ela ainda proporciona vegetais para os sem-teto toda semana", disse Miranda, mãe de Hailey.
Em 2014, Hailey conseguiu colher 58 kg de produtos e doou todos para um banco de alimentos local. O sucesso do projeto inspirou-a a pensar além de alimentos. Ela queria dar aos sem-teto um local para que passassem a noite em segurança e conforto. Então, ela decidiu construir pequenos abrigos de móveis, equipados com comodidades básicas.

Com a ajuda de sua mãe, Hailey pediu uma concessão da ONG Together Rising, e foi premiada com R$ 9.248,00 para ajudá-la. Ela também ganhou um desconto de 50% da loja na qual ela comprou todos os materiais que precisava. "Não podemos pensar em um exemplo melhor do que a nossa Hailey. Ela é a prova de que nenhuma pessoa - ou um ato de gentileza - é tão pequeno que não possa mudar o mundo", disse Glennon Doyle Melton, fundadora da Together Rising.

As casas de madeira 8×4m que Hailey está construindo contará com uma porta frontal, janelas, painéis solares e isolamento feito de denim reciclado. Acredite ou não, ela faz a maior parte do trabalho sozinha, com um pouco de orientação de sua mãe e seu avô, que é um empreiteiro. Ela está na metade do projeto de sua primeira casa, que pretende dar a Edward, o sem-teto que inspirou seu projeto.

“Eu realmente não quero que ele pegue chuva. Se não houver isolamento, ele iria ficar com frio”, relatou Hailey, preocupada com os detalhes de seu projeto.

Ela pretende continuar construindo os abrigos o máximo que puder, e implantá-los em Bremerton. Ela também planeja distribuir 113 kg de produtos, 1.000 produtos de higiene pessoal, 500 produtos de higiene feminina, e 100 casacos, ainda este ano.




Fonte: J. Ciência/K5/Huffington Post
Foto: Divulgação

Atualizações

Traduzir