Bilionário paga viagem de férias a mais de 6 mil funcionários

Bilionário chinês realizou o sonho de muita gente ao pagar viagem de férias à França para mais de 6 mil empregados. Quartos em 140 hotéis em Paris de quatro ou cinco estrelas foram reservados

Empresário Li Jinyuan paga viagem de férias de 6,4 mil empregados
 (Imagem: Pragmatismo Político)

Um bilionário chinês realizou o sonho de muita gente ao pagar uma viagem de férias de quatro dias na França a nada menos que 6,4 mil empregados.

E não foi uma viagem qualquer. Li Jinyuan, o presidente da Tiens Group – multinacional que atua em áreas distintas, como biotecnologia, logística, turismo, educação e comércio – reservou 140 hotéis em Paris de quatro ou cinco estrelas e mais de 4,7 mil quartos em Cannes e também em Mônaco.

O maior grupo turístico que já visitou a França foi recebido no sábado em um complexo hoteleiro em Nice, uma cidade costeira no sul do país, banhada pelo Mar Mediterrâneo.

Guinness

Os turistas sortudos não só tiraram fotos e aproveitaram as praias de Nice, como também tiveram tempo para registrar um recorde mundial.

O grupo conseguiu alcançar a marca de frase mais longa visível no ar formada por humanos. O recorde foi registrado por inspetores da organização Guinness World Records.

Vestidos de azul e branco, os empregados se juntaram para construir a frase: “O sonho da Tiens é Nice, na Costa Azul”.

Segundo a mídia local, a estimativa é de que os visitantes gastem juntos cerca de 13 milhões de euros (R$ 44 milhões).

Mobilização hoteleira

Os turistas chineses são conhecidos por não economizarem nas compras. Uma das empregadas do Tiens Group que participou da viagem disse à agência de notícias AFP que gastou 7 mil euros (R$ 23,9 mil) em um dia.

“Mobilizamos serviços públicos, profissionais do turismo, hotéis, restaurantes, lojas de grife…”, disse Christian Mantel, diretor da agência de desenvolvimento turístico oficial Atout France.

“Até o momento, tudo foi muito bom, a resposta está sendo positiva”, indicou à AFP.

O empresário contratou 146 ônibus para fazer o transporte dos empregados durante as férias.



Fonte: Pragmatismo Político

Atualizações

Traduzir