Morre o cantor e compositor José Rico (Pernancucano) da dupla Milionário e José Rico


A trajetória artística do cantor e compositor pernambucano José Alves dos Santos (29 de junho de 1946 - 3 de março de 2015), o José Rico, é indissociável da trilha seguida pelo cantor mineiro Romeu Januário de Matos, o Milionário. Juntos, eles formaram em 1970, na cidade de São Paulo (SP), a dupla sertaneja Milionário & José Rico, desfeita hoje com a saída de cena de José Rico, aos 68 anos, vítima de infarto. Uma das duplas mais populares do universo sertanejo, Milionário & José Rico seguiram nos anos 1970 o caminho pavimentado por Léo Canhoto & Robertinho, dupla que inseriu guitarra elétrica na música sertaneja. Milionário & José Rico logo entraram na onda e também foram um dos pioneiros na eletrificação do som sertanejo. Além de cantar com estilo todo particular, tendo sido agraciado com o epíteto A garganta de ouro do Brasil (também dirigido a Milionário), José Rico se destacou como compositor. É de autoria dele a canção Estrada da vida, lançada em 1977 no quinto álbum da dupla. Em atividade desde os anos 1970 (em que pese curta separação de 1991 a 1994), a dupla Milionário & José Rico gravou 28 álbuns. Lançado em 1982,Tribunal do amor foi um dos mais bem-sucedidos por conta do estouro da faixa-título no universo sertanejo - hoje de luto pelo fim da estrada da vida de José Alves dos Santos, o querido José Rico.



Fonte: Notas musicais

Atualizações

Traduzir