RECIFE: Após atrasos, entrega do Túnel da Abolição fica para 15 de março

Com um ano de atraso, o Túnel da Abolição, que foi prometido para a Copa do Mundo, deve ser entregue no dia 15 de março. A informação foi divulgada ontem pelo governador Paulo Câmara (PSB), após reunião com o secretário das Cidades, André de Paula. As obras, que foram paralisadas por questões técnicas, serão retomadas pelo consórcio Mendes Júnior/Servix no próximo sábado (31).

O que deveria ser a solução para desafogar o tráfego já saturado do cruzamento da rua Benfica com a rua Real da Torre, na Zona Oeste do Recife, se tornou uma grande dor de cabeça para moradores e motoristas.

As obras causaram impacto não só no trânsito do local. Comerciantes afirmam que o barulho dos equipamentos de construção e a condição na qual as vias ao redor do futuro túnel ficaram durante as obras diminuíram bastante o movimento na área.

Mesmo a liberação de uma das pistas que estava interditada havia dois anos, na lateral do túnel, no final da rua Real da Torre, não minimizou os transtornos. Ainda é possível se deparar com engarrafamentos diários na rua José Osório, que recebe todo o fluxo. Isto porque a falta de sinalização e problemas no asfalto da pista são um perigo para os motoristas.

A fase final das obras do Túnel da Abolição está dividida em duas partes. A primeira é referente ao término da implantação da estrutura de pavimentação asfáltica. A segunda está relacionada ao processo de impermeabilização do equipamento.

Atualmente, a capacidade viária total do cruzamento gira em torno de 4.620 carros por hora. Com a entrega do túnel, a capacidade viária da interseção passará para cerca de 8.250 veículos por hora.




Fonte: D. Jornal

Atualizações

Traduzir