Operadoras vão mudar cobrança no acesso 3G

As operadoras móveis do Brasil preparam uma mudança significativa na cobrança dos planos de internet para telefones celulares, o que pode aumentar as despesas com telefonia dos consumidores.

Assim como já ocorre em diversos países da Europa e nos EUA, o usuário, após consumir toda a sua franquia de dados, não terá mais a opção de continuar navegando com a chamada "velocidade reduzida". Ou seja, se quiser trafegar terá que contratar um pacote adicional, adquirindo mais megabytes (MB), segundo o jornal "O Globo".

O novo sistema, na opinião das empresas, tende a tornar a conexão mais eficaz.

A Vivo será a primeira a adotar a mudança, já a partir do dia 9 de novembro. Em nota, a empresa confirmou que, inicialmente, vai oferecer essa nova modalidade de cobrança apenas para os clientes de planos pré-pago nos Estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais, mas planeja estender o modelo para outros Estados nos próximos meses. A novidade também chegará aos planos pós-pagos.

De acordo com a reportagem, TIM, Oi e Claro também vão lançar pacotes semelhantes em breve.

A TIM, porém, afirmou que "não prevê qualquer ajuste por enquanto, e segue avaliando as diferentes possibilidades". Já a Oi confirma que pretende acabar com a "velocidade reduzida" e "está avaliando com atenção essa estratégia". Segundo ela, o "novo modelo" é "uma tendência mundial".

Até ao fechamento desta edição, a Claro não se manifestou.



Fonte: D. Jornal

Atualizações

Traduzir