UMA TAÇA DE VINHO TINTO É TÃO BOM (OU MELHOR) QUE 30 MINUTOS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS

Pesquisa feita pela Universidade Alberta, no Canadá, revelou que uma taça de vinho por dia é mais saudável à saúde do que 30 minutos de atividades físicas.

Gerald Weissmann, responsável pelo estudo, diz já saber que o consumo moderado do vinho faz bem à saúde, mas o que surpreendeu na pesquisa realizada com os alunos foi a descoberta de que, aparentemente, o vinho tinto também é capaz de proporcionar ao corpo os mesmo efeitos que certas atividades físicas.

O elemento causador deste benefício chama-se resveratrol - um polifenol que pode ser encontrado, principalmente, nas sementes de uvas pretas e no vinho tinto. Quanto mais intensa a cor da uva, maior o conteúdo em polifenóis.

Estudos indicam que o resveratrol ajuda a diminuir o colesterol ruim (LDL) e aumentar os níveis de lipoproteínas de alta densidade – o HDL (colesterol bom), além de favorecer a produção de HDL pelo fígado, diminuir a produção de LDL e impedir sua oxidação na circulação.

Outra análise importante mostra que o resveratrol também ajuda na prevenção do câncer, à partir do momento que contém a proliferação de substâncias tumorais.

Enfim, comparando o consumo do vinho tinto ou de um copo de suco de uva (desde que seja de uvas pretas) com as atividades físicas, o resveratrol age no corpo estimulando a atividade da Sirtuína 1 (SIRT1) – proteína que protege o organismo de doenças ligadas ao envelhecimento como câncer, Alzheimer e diabetes.

Em dois grupos, o resultado da pesquisa mostrou que o grupo que não ingeriu resveratrol teve complicações no músculo sóleo (localizado na panturrilha), perda de densidade mineral óssea e desenvolvimento de resistência à insulina.

Portanto, a ingestão de uma taça de vinho por dia pode equivaler à 30 minutos de exercícios físico, porque a bebida é rica em resveratrol – substância que mantém o corpo mais bem preservado desacelerando, assim, o envelhecimento.

Fonte: Comendo com os olhos

Atualizações

Traduzir