Komondor: Conheça o cão pastor que possui pelos que parecem cordas ou dreadlocks


O Komondor é uma das raças caninas mais antigas e curiosas do mundo.

Cão pastor tradicional da Hungria, foi mencionado pela primeira vez no Código de Hamurabi (conjunto de leis criadas pelo rei da Babilônia, Hamurabi, por volta de 1750 a.C).

Eram usados antigamente para o pastoreio de ovelhas, por possuírem pelagem branca e densa, e podiam ser facilmente confundidos em meio às ovelhas por ursos e lobos. Ganhou também status de cão de guarda devido ao seu tamanho e bravura.


Cão de grande porte, tem a pelagem comprida e macia compondo emaranhados de fios. Felizmente, não é necessário escovar os pelos, mas se tem o trabalho de separar os fios, o que pode demorar um pouco, pois eles embaraçam com facilidade.

Esse animal precisa também de muito espaço para se locomover diariamente, tornando-se adequado e comum encontrar essa raça com famílias que vivem no campo. A procura por essa raça para domesticá-lo é grande na Hungria, e embora sejam dóceis, seus instintos de proteção não permitem que eles sejam amigáveis com estranhos.

Seu corpo é robusto e musculoso, embora isso não reduza sua agilidade. De ossos e patas fortes, possui uma cauda longa e pode chegar a pesar 60 kg. Estes cães são ainda classificados como independentes e inteligentes, embora não se adaptem bem a vida urbana. Treiná-los profissionalmente desde pequenos é uma viável opção que traz resultados muito satisfatórios.


Esse animal precisa também de muito espaço para se locomover diariamente, tornando-se adequado e comum encontrar essa raça com famílias que vivem no campo. A procura por essa raça para domesticá-lo é grande na Hungria, e embora sejam dóceis, seus instintos de proteção não permitem que eles sejam amigáveis com estranhos.

Seu corpo é robusto e musculoso, embora isso não reduza sua agilidade. De ossos e patas fortes, possui uma cauda longa e pode chegar a pesar 60 kg. Estes cães são ainda classificados como independentes e inteligentes, embora não se adaptem bem a vida urbana. Treiná-los profissionalmente desde pequenos é uma viável opção que traz resultados muito satisfatórios.



Comentário do blogueiro:
É incrível o pelo desse cachorro, só acredito porque estou lendo essa matéria  e vendo as fotos. Imagino a sensação de ter um animal desse em casa,  a vontade é de ver bem perto e poder tocar nesses pelos que parece lã, corda algo parecido hehehehehe. Espero que existam ainda muitos cachorros dessa raça chamada Komodor que é muito antiga e ao mesmo tempo pouco conhecida. 


Fonte: Animal Planet/Wikipédia 
Foto: Reprodução/dogwallpapers


Atualizações

Traduzir