Recife recebe Seminário " Expressões Artísticas e as Questões de Gênero"


A Secretaria Estadual da Mulher em parceria com Secretaria de Cultura (Secult)/Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) realizará nos próximos dias 06 e 07 de novembro, o I Seminário “As Expressões Artísticas e as Questões de Gênero”. 

O evento ocorrerá no Teatro Arraial, na rua da Aurora, na Boa Vista, e tem como objetivo discutir as questões de gênero nas manifestações culturais.

Estão sendo oferecidas noventas vagas. As inscrições para o evento poderão ser realizadas no link  : https://docs.google.com/forms/d/1xAwDzdmMjAKdbxO6kcLyC3pBgqdgFBacxJr6fwg2LP8/viewform. a partir de amanhã, 31. Mais informações deverão ser obtidas através do email seminariogeneroecultura@gmail.com.

Durante o evento serão debatidos casos recentes divulgados através da mídia, principalmente com referência a música, nos quais os artistas veicularam conteúdos discriminatórios e sexistas, que violaram os direitos das mulheres.  
A abertura do seminário será realizada no dia 06, às 18 horas, pela Secretária da Mulher, Cristina Buarque, pelo Secretário Estadual de Cultura, Marcelo Canuto e pelo Presidente da Fundarpe, Severino Pessoa. 

Em seguida haverá a primeira mesa redonda com o tema Gênero e Arte: Processos criativos e artísticos atrelados aos estudos de gênero, raça/etnia e sexualidade. Após os debates, acontecerá a apresentação artística do Grupo São Saruê com o espetáculo Mulheres Atômicas.

Já no dia 07 serão realizadas duas mesas redondas sobre os temas: Gênero e Cultura Popular: naturalização das artes e das tradições e impactos em políticas de cultura; e Violência de gênero: perspectivas e contextos nas linguagens artístico-culturais. A programação se inicia a partir das 9 horas e se estende até as 16 horas com apresentações culturais.

Cristina Buarque comenta que o seminário vai fomentar a reflexão sobre a perspectiva de gênero no âmbito das políticas públicas de cultura. Com isso, explica a Secretária, queremos contribuir para a promoção dos direitos culturais das mulheres, dando visibilidade às suas diversas expressões, tradições e manifestações artísticas. “Assim estamos contribuindo para a desconstrução da cultura patriarcal,estimulando e valorizando a diversidade cultural e na promoção de uma cultura igualitária e democrática que contemple a diversidade de gênero, raça, etnia e orientação sexual”, comenta.

O seminário, iniciativa pioneira no estado de Pernambuco, destaca-se pela importância de fomentar o debate de gênero na área cultural, apontando o papel da cultura como estruturante no empoderamento, cidadania, inclusão e fortalecimento das mulheres, reconhecendo-as como protagonistas e sujeitos na produção cultural.

Informações: ASCOM

Atualizações

Traduzir