PE amplia as medidas de combate ao crack

Após ser divulgado que as capitais nordestinas lideram o uso regular de crack e similares, quatro bairros do Recife receberão em 30 dias 60 câmeras de videomonitoramento para a implantação do programa federal "Crack, é Possível Vencer".
Na última sexta-feira, a SDS (Secretaria de Defesa Social) recebeu novas bases móveis, sendo três micro-ônibus, seis carros e seis motos que percorrerão os bairros dos Coelhos, Coque, Santo Amaro e Ibura, considerados pontos críticos quanto ao consumo e venda de drogas na capital.
Dentro dos novos ônibus, câmeras e computadores serão utilizados em ações de observação e investigação de inteligência nos flagrantes de uso dos entorpecentes.
O videomonitoramento irá auxiliar as ações de policiamento ostensivo nessas localidades, no momento em que for detectado o uso ou a venda de entorpecentes.
Os policiais militares que atuarão nas bases passam por capacitação e serão aptos a encaminhar os usuários para os centros de saúde e assistência social.
Além das câmeras e da nova frota, o projeto inclui o repasse de mais 150 armas de condutividade elétrica. Ao todo, serão investidos R$ 5,7 milhões.
De acordo com o estudo realizado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), 370 mil pessoas usaram o crack regularmente em 2012 em todo o país. A região Nordeste concentra a maior parte dos usuários, cerca de 150 mil, o que resulta em 40% do total.
O programa "Crack, é Possível Vencer", é executado em parceria pelos ministérios da Justiça, da Educação da Saúde e do Desenvolvimento Social e os governos estaduais e prefeituras.
Desde 2012, o programa entrega equipamentos de segurança pública para as unidades da federação. Na capital, as bases foram entregues pela secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki.

Fonte: Destak Jornal

Atualizações

Traduzir