Alerta: O seu adoçante com aspartame pode estar lhe causando doenças

Você consome adoçante diariamente?

A Food Standards Agency está fazendo pesquisas de investigação sobre o adoçante artificial mais usado em todo o mundo, o aspartame, depois que consumidores sentiram efeitos colaterais após a ingestão de adoçantes que os continha.

Os cientistas estão tentando procurar e entender se realmente o aspartame está provocando efeitos colaterais e causando o desenvolvendo de doenças.

O aspartame é uma molécula com a propriedade de ser 200 vezes mais doce que o açúcar e nos EUA ele é utilizado em mais de 4.000 produtos industrializados. Análises anteriores concluíram que o aspartame é seguro, porém, algumas pessoas podem desenvolver sintomas como dores de cabeça, tonturas, vômitos, diarreia e fadiga depois de tomarem algum adoçante que tivesse esta molécula na fórmula ou consumir qualquer produto que ele faça parte na composição.


As pesquisas estão sendo coordenadas pelo endocrinologista Stephen Atkin, onde estão se testando barras de cereais com aspartame em voluntários e analisando os efeitos após o consumo.

No estudo, os indivíduos serão divididos aleatoriamente e serão fornecidos barras de cereais com e sem aspartame para avaliar a veracidade dos efeitos e se existe cunho psicológico em tais reações adversas. No sistema digestório o aspartame é quebrado através de enzimas específicas,transformando-se em ácido aspártico, fenilalanina (aminoácidos) e metanol (álcool). Algumas pessoas acreditam que alguma dessas substâncias resultantes da metabolização do aspartame é que seja o real causador desses efeitos.

Algumas pessoas podem ter uma pré-disposição para terem reações adversas ou efeitos colaterais ao produto. Muito já foi dito sobre o possível potencial cancerígeno que o aspartame tem, mas nada foi efetivamente provado. Por enquanto são apenas evidências.


Fonte: Jornal da Ciência


Atualizações

Traduzir