JORNAIS ( Mídia Impressa) MARCADOS PARA MORRER

Ninguém acredita mais que o jornalismo impresso, que já teve tanta força, formou os melhores profissionais no Brasil e no Mundo, vai ter vida longa. As previsões são cada vez mais sombrias. Tanto que uma consultoria americana, a Future Exploration Network fez um estudo e previu a morte dos jornais em vários países.

De acordo com a consultoria, em 2017 não haverá mais jornais impressos nos Estados Unidos. No Brasil a imprensa escrita estará liquidada daqui a 14 anos e na Argentina durará um pouco mais: o fim só virá em 2039.

Talvez a Future Exploration não acerte exatamente o ano, mas é muito provável que toda a mídia escrita migre para a internet.

Nos Estados Unidos 200 jornais fecharam de 2008 para cá. No Brasil também títulos tradicionais estão desaparecendo, a exemplo do Jornal do Brasil, do Rio de Janeiro e do Jornal da Tarde, de São Paulo.

Para o bem ou para o mal a internet está tomando conta de tudo. (O post foi baseado numa matéria publicada no Portal Brasil 247).

Roberto Almeida 

Atualizações

Traduzir