Timbaúba: Comunidades comemoram calçamentos

As comunidades da Vila Nova Vida e Loteamento Ismael Vasconcelos estão em festa.
O prefeito Marinaldo Rosendo cumpriu o prometido. A Vila Nova Vida teve sua última rua calçada, finalizando o calçamento que tantas gestões havia sido esquecido, e o conhecido loteamento da “Vila dos Trezentos” vem assistindo suas pedras irem melhorando uma realidade de lama e falta de saneamento ir sumindo cada dia mais.


As comunidades da Vila Nova Vida e Loteamento Ismael Vasconcelos estão em festa.
O prefeito Marinaldo Rosendo cumpriu o prometido. A Vila Nova Vida teve sua última rua calçada, finalizando o calçamento que tantas gestões havia sido esquecido, e o conhecido loteamento da “Vila dos Trezentos” vem assistindo suas pedras irem melhorando uma realidade de lama e falta de saneamento ir sumindo cada dia mais.
Os dois encontros aconteceram com a presença de vereadores e secretários, lideranças populares e cidadãos tanto das comunidades quanto vindos de outros pontos da cidade. Mesmo as localidades sendo afastadas foram eventos prestigiados e bastante aplaudidos, visto que a carência destes locais são imensas. Todas elas superadas acerca de melhor iluminação, saneamento básico, melhor abastecimento de água e finalmente o tão esperado calçamento.
O gestor Marinaldo Rosendo e secretário de Obras Ayosvaldo Brandão, mais conhecido como Ary, tem como meta e acordo entre os mesmos, a conclusão geral da obra, para que se finalize transtornos causados neste período de chuva e facilitar mais rápido a vida dos moradores, comerciantes e prestadores de serviço que atendem a comunidade dos “Trezentos”.
O representante e presidente da Associação local, o senhor “DIDA” discursou durante o evento e com emoção agradeceu ao prefeito a promessa cumprida e o olhar diferenciado.
Em ocasião o Prefeito ressaltou projetos futuros que melhorarão, ainda mias, a infraestrutura e as ações sociais das pessoas que moram lá. E pediu aos presentes a participação direta dos mesmo na elaboração e atuação direta na construção destes processos pois segundo ele, quem do que precisa é o povo e nada melhor para os gestores ouvi-los para melhor atendê-los.

Texto: Bell Nunes

Atualizações

Traduzir