Sport Vence o Avaí e entra no G4

A sonhada vaga no G4 chegou a ser ameaçada. O oscilante futebol demonstrado pelo Sport deu margem para um certo temor, por um tropeço na Ilha do Retiro. Mas, o Avaí não foi tão objetivo quanto os rubro-negros. O 2x0 conquistado na partida desta terça-feira foi povoado por erros. Falhas que merecem críticas, mas que não tiram o mérito pelo resultado.
Demorou até o Sport achar o caminho certo para agredir o Avaí, no primeiro tempo. Diante de uma equipe com duas vitórias fora de casa na conta, jogando em domínios próprios, era esperado o respeito adversário. 
E o Leão catarinense imprimiu uma forte marcação no meio-campo, com boa pegada na saída de bola. Até certo momento, no entanto. Até o primeiro gol rubro-negro, para ser mais exato.
De Marcelo Cordeiro até Lucas Lima até o fundo do gol. Sim! A assistência para o 1x0 pernambucano foi do tão criticado lateral. Ele, inclusive, não precisou exigir da capacidade técnica para deixar o companheiro de cara para as redes adversárias. Mas, merece as devidas referências. 
Até porque a equipe do Sport evoluiu no jogo quando os laterais começaram a aparecer no duelo contra o Avaí. E também caiu, na etapa final, com o sumiço deles. A boa marcação adversária exigia alternativas pelos lados. E sem Rithely, suspenso, essa era a única opção.
A dupla Anderson Pedra e Renan Teixeira foi importante quando o Sport se via atacado. O substituto de Rithely, no entanto, pecou na organização ofensiva. O camisa 21 chegou a deixar saudades. 
Atrás do placar, o Avaí passou a se expor durante quase todo o segundo tempo. Magrão teve de aumentar a carga de trabalho, e viu o seu travessão balançar, após chute de Diego Jardel. Coube ao rápido quarto ofensivo rubro-negro a missão dos contra-ataques. 
O equilíbrio do setor não mantido pela má atuação de Felipe Azevedo prejudicou o desempenho do ataque. O técnico Martelotte até apostou no poder de fogo de Roger. As duas chances perdidas pelo atacante, além de um gol anulado pela arbitragem, não engordaram o placar de 1x0. 
Coube a Marcos Aurélio o dever de balançar as redes com um belo gol no apagar das luzes. Os três pontos conquistados trilharam o caminho leonino até o G4. E foi na finalização do artilheiro que a concretização do objetivo acabou confirmada.
FICHA
SPORT 2X0 AVAÍ

SPORT
Magrão, Patric, Pereira, Tobi e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Renan Teixeira (George Lucas), Lucas Lima (Fábio Bahia) e Camilo; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo (Roger). Técnico: Marcelo Martelotte.

AVAÍ
Diego; Alex Reinaldo, Bruno Maia, Leandro Silva e Aelson; Eduardo Costa, Rodrigo Thiesen (Diego Jardel), Cléber Santana e Marrone (Reis); Marcio Diogo e Tauã (Roberson). Técnico: Hemerson Maria.

Local: Estádio da Ilha do Retiro.
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA)
Assistentes: Márcio Gleidson (PA) e Kildenn Tadeu Morais (PB)
Gols: Lucas Lima (aos 20 do 1ºT), Marcos Aurélio (aos 47 do 2ºT)
Cartões amarelos: Não teve
Público: 18.829
Renda: R$ 282.800,00
Fonte: Folha-PE

Atualizações

Traduzir