Rodoviários denunciam demissões após greve

Os rodoviários voltam a se reunir hoje na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Pernambuco (SRTE-PE) para denunciar a demissão de 22 profissionais da empresa Borborema, sendo seis cobradores de ônibus e 16 motoristas.

Segundo o diretor da Oposição dos Rodoviários, ligada à CUT, Roberto Carlos Torres, os funcionários foram demitidos ao chegarem ao trabalho anteontem.
Como o acordo assinado junto aos patrões permitia a demissão apenas daqueles que praticaram atos de vandalismo, os profissionais fizeram a denúncia ontem na superintendência.
"Nós havíamos feito o acordo que do dia 1º ao dia 5 de julho as faltas não seriam descontadas e os profissionais não seriam demitidos. Eles descumpriram o combinado e levamos o caso ao mediador do acordo hoje [ontem], que marcou para amanhã [hoje] a reunião junto à Borborema", disse Roberto Carlos.
A empresa informou à imprensa que desconhecia as demissões.
Ainda segundo a Oposição dos Rodoviários, novos desligamentos ocorreram ontem em outras empresas e os profissionais participarão da reunião de hoje.
"Não vamos aceitar essas demissões, vamos conversar com nossa assessoria jurídica para entrar com uma ação coletiva nesses casos", informou o diretor.
Fonte:Destatak Jornal

Atualizações

Traduzir