Que referências profissionais se deve acrescentar ao currículo?

Para se candidatar ao primeiro emprego, ou mesmo procurar uma nova oportunidade de trabalho, o profissional tem que ter muito cuidado ao elaborar um currículo, também chamado de curriculum vitae (CV). Na internet, existem vários tipos de sites que ensinam todas as técnicas para se produzir um CV corretamente, variando de formato de acordo com o nível de emprego.
É preciso ler com atenção as
instruções, além de só colocar itens que podem ser comprovados, para que o produto final apresentado consiga atingir os objetivos pré estabelecidos.

A maioria dos sites orienta o que deve e o que não deve colocar no documento. Um dos itens que não deve constar no currículo é a referência pessoal e bancária. Já a referência profissional deve constar, porém com muito critério. Segundo o especialista em planejamento e gestão organizacional, o administrador Paulo Magalhães, “a referência profissional precisa ter muita credibilidade para fazer parte do currículo. 

Por exemplo, se uma pessoa tem um contato maior com o diretor da universidade que realizou seu curso é interessante colocar; se fez um mestrado, ela teve um orientador, então é também interessante colocá-lo na relação de referências. Se não for uma pessoa que não o conheça direito e também não tenha um certo gabarito, é preferível não colocar”.

Outros cuidados que as pessoas devem ter para colocar nomes na relação de referências são os seguintes: consultar antecipadamente se a pessoa pode constar da relação; colocar os números de telefones e e-mails corretamente; e de seis em seis meses checar se os contatos continuam os mesmos. O arquiteto e empresário da área de paisagismo, Sílvio Mário de Souza, quando está selecionando um currículo, observa-o como um todo. “Dou preferência àqueles mais simples e objetivos. 

Quando o candidato não coloca referências profissionais acende logo uma luz: ou ele não tem a experiência que diz ter, ou esconde algum tipo de problema nos empregos anteriores.”

Para confeccionar um currículo corretamente, vale observar que, além das referências também não deve haver os seguintes itens: foto 3x4 (só deve ser enviada quando o empregador solicita); os números dos documentos; colocar um título tipo “curriculum vitae” ou “currículo”; não utilizar pronomes pessoais tipo “eu desenvolvi um projeto”; informações negativas (se não possui conhecimento em determinada área, não informar nada); os nomes de pais, marido (ou esposa) e filhos; os motivos pelos quais saiu de empregos anteriores; pretensão salarial; cartas de referência; certificados de cursos realizados, e datar e assinar o currículo.

Fonte: Folha-PE

Atualizações

Traduzir