Líderes do Mercosul vão protestar contra os EUA

A cúpula começou ontem em Montevidéu debatendo os termos do asilo que será concedido a Edward Snowden, que revelou a espionagem americana na internet mundial. Os países deverão emitir nota repudiando a invasão, de acordo com o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota. A Venezuela, que assumirá a presidência temporária da entidade, afirmou que quer a reintegração do Paraguai, expulso após impeachment de Fernando Lugo.

Fonte: Destak Jornal

Atualizações

Traduzir