Nunes marca no último minuto e Sport entra no G4

Futebol. Futebol de verdade Sport e Palmeiras só puderam jogar durante os 10 primeiros minutos da partida, deste sábado, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Após esse tempo, a chuva, aliada as péssimas condições do gramado da Ilha do Retiro, prejudicou bastante o desenvolvimento técnico da partida. Mas, no último minuto o gol tão aguardado acabou acontecendo. Com Nunes, o Leão fez o 1x0 necessário para dar os três pontos, que o colocou pela primeira vez no G4 da competição.   
O tempo ainda estava nublado quando Sport e Palmeiras entraram em campo. E assim permaneceu durante os primeiros 10 minutos da etapa inicial. Neste intervalo de tempo, duas chances claras de gol foram protagonizadas pelas equipes. Felipe Azevedo, frente a frente com o goleiro Bruno, finalizou com força e desperdiçou o arremate. A mesma aposta foi feita por Cássio, que também tendo apenas Magrão pela frente, chutou por cima da meta rubro-negra.
Caso uma das duas equipes tivesse aproveitado os lances, a vitória ao final do primeiro tempo poderia ser considerada como certa. Afinal, a chuva que caiu na Ilha do Retiro se tornou um adversário em comum. E como marcou bem. A partida ficou feia. Não havia mais técnica. Até na base da força, os lances teimavam em não ser prosseguidos. A bola não correu e tanto Sport quanto Palmeiras sofreram com essa disputa particular.
O Leão ainda chegou a assustar a meta do goleiro Bruno, em uma blitz protagonizada entre os 28 e 30 minutos. Na primeira, uma cabeceio do zagueiro Tobi parecia ter endereço certo. Mas, foi impedido pela providencial participação do zagueiro Márcio Araújo. Depois desse lance, foi a vez do próprio arqueiro alviverde salvar a equipe, após chute de Marcos Aurélio, de fora da área.
A chuva deu uma trégua a rubro-negros e alviverdes, na volta das equipes para o segundo tempo. O problema, no entanto, ficou por conta da péssima drenagem na Ilha do Retiro. Muitas poças de água dividiram espaço com o gramado, no campo de jogo. Assim, as jogadas ofensivas ficaram a cargo de bolas paradas e isolados erros defensivos das equipes.
Jogadores leves, inclusive, começaram a ser sacados pelos seus treinadores. Realmente, aquele jogo não era propício para suas qualidades técnicas. Assim, Marcelo Martelotte promoveu a entrada do centroavante Nunes, na vaga do meia Lucas Lima, e Gilson Kleina resolveu apostar nas saídas dos atacantes Vinícius e Leandro, substituindo-os por Serginho e pelo zagueiro André Luiz, respectivamente.
Mesmo com o campo prejudicado, as equipes conseguiram levar emoção as suas torcidas. O Sport chegou com perigo em duas oportunidades. A primeira com Nunes, após cabeceio, e depois com Rithely. Já o Palmeiras conseguiu fazer com que Magrão promovesse uma ótima defesa, em chute de Tiago Real, de fora da área. Tudo parecia realmente se encaminhar para um empate sem gols, entre as equipes, quando aos 48 minutos, o atacante Nunes provou a fama de oportunista e aproveitou um rebote dado por Bruno para dar os três pontos para o Leão.
fonte: Folha-Pe.

Atualizações

Traduzir