Saracotia é revelação pernambucana no PMB


    foto: Beto Figueiroa

Pernambuco ganhou destaque na 24ª edição do Prêmio da Música Brasileira, que acontece no dia 12 de junho, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Saracotia, Siba, Nação Zumbi, Orquestra Popular da Bomba do Hemetério e Caju & Castanha receberam, no geral, sete indicações. Ao todo, 106 artistas concorrem a 16 categorias.

Na Categoria Regional, a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério concorre ao prêmio de Melhor Álbum e Melhor Grupo. Já Caju & Castanha foram indicados ao prêmio de Melhor Dupla. O disco 'Avante' de Siba concorre como Melhor Álbum na Categoria Popular. Na Categoria Pop/Rock/Reggae/Hiphop/Fun, Nação Zumbi foi indicada ao prêmio de Melhor Grupo.

Saracotia é a grande revelação pernambucana do premiação. O grupo formado em 2008 pelos músicos Rafael Marques, Rodrigo Samico e Márcio Silva passeiam pelo universo de vários gêneros musiciais e investem nas próprias composições. Indicados como Melhor Grupo na Categoria Regional e Artista, na Categoria Revelação, os músicos - nascidos em 1983 - têm Jacob do Bandolim, Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Hamilton de Holanda, Maestro Duda e outros artistas como influência.

O grupo, segundo Rodrigo Samico, surgiu de uma forma natural. "Nós três já éramos amigos e por acaso nos encontramos em um projeto e vimos que produzir música instrumental era algo descontraído, então a formação da banda", disse. Se havia expectativas quanto às indicações, para Samico sempre há. "A gente sempre tem uma esperança. Estamos felizes com essa indicação e pretendemos ir para a festa, participar da comemoração". Já sobre ganhar o prêmio, "você sempre espera ter uma certa expectativa, é muito bom".
Entre os outros estados indicados ao PMB 2013, Rio de Janeiro é o que mais tem indicações - com 30 -, seguido por São Paulo, com 27. Bahia tem 19 indicações e Minas Gerais com oito. Quanto aos artistas, Mario Adnet desponta na liderança, com seis indicações, seguido por Maria Bethânia, Caetano Veloso, Zélia Duncan, Mariene de Castro, Gilberto Gil e João Bosco, com três indicações cada.

Marcando o quarto ano de parceria com a Vale, o Prêmio da Música Brasileira, homenageia, nesta edição, Tom Jobim. Seu primeiro álbum solo 'The Composer of Desafinado: Plays' completa 50 anos. “Estamos muito felizes em homenagear o gênio Tom Jobim e também por sedimentarmos esta parceria com a Vale, que exalta e engrandece o nosso bem maior, que é a música brasileira e seus artistas”, celebra José Maurício Machline, idealizador do Prêmio. A apresentação da cerimônia será feita pelas cantoras Zélia Duncan e Adriana Calcanhotto.

Informações: Folha-Pe

Atualizações

Traduzir