Recife Pedalando Sem Medo

foto: Ciclo Adventure

Bike Anjo pretende ensinar ciclistas a pedalar na cidade oferecendo dicas e oficinas gratuitas
Com o sucesso das ciclofaixas móveis dos domingos e feriados, a bicicleta está cada vez mais popular entre os recifenses e há aqueles que gostariam de utilizar a bike no seu dia-a-dia, mas têm medo. Para ajudar estas pessoas, colaboradores do Bike Anjo dão oficinas e dicas gratuitas para o ciclista se proteger e se portar nas ruas e avenidas.
O projeto, originalmente de São Paulo, é formado por 25 ciclistas experientes e que utilizam a bicicleta como meio de transporte diário.
"O Bike Anjo é um grupo de voluntários que ajudam quem quiser perder o medo de andar de bicicleta na rua. Ajudamos no percurso como ir ao trabalho e à escola", afirmou Anderson Freire, colaborador do projeto há mais de um ano. Ele utiliza a sua bike diariamente desde 2007.
Já quem não sabe andar ou está sem prática, o grupo também auxilia não só ensinando as primeiras pedaladas, mas também dando dicas de qual a bicicleta mais adequada ao principiante.
Os interessados podem entrar em contato com o grupo pelo .
Já quem prefere atividade em conjunto, nos últimos domingos de cada mês acontecem as Escolas Bike Anjo. A próxima acontece dia 26, às 9h, na Jaqueira.
Antes, nesta sexta-feira, o grupo pede que os ciclistas usem a bike para ir ao trabalho. A proposta faz parte de uma mobilização mundial.
Dicas
Além dos equipamentos de proteção e sinalização como capacete, luva, buzina e luzes, a forma de se comportar no trânsito é importante.
Evitar grandes avenidas, pedalar no mesmo sentido da via, dar preferência ao pedestre, respeitar a sinalização, usar o braço para dar sinal de entrada, são algumas das dicas.
"Não é legal ficar perto da calçada. O melhor é se colocar no meio da faixa para que o motorista possa visualizar o ciclista", afirmou Anderson Freire.
A determinação do Código de Trânsito Brasileiro é que o motorista mantenha distância de 1,5 metro do ciclista.
"O motorista precisa reconhecer que ali tem uma vida. Se não tiver o respeito, não adianta ter ciclofaixa", disse Freire.
Com a popularidade em alta das ciclofaixas móveis, que funcionam aos domingos e feriados, das 7h às 16h, a Prefeitura do Recife deu início ontem a uma campanha educativa sobre a utilização correta do corredor.
Ciclistas receberam cartilhas informativas nos parques da Jaqueira e Dona Lindu e o Recife Antigo, pontos onde há o aluguel de bikes.
A ação também envolveu um concurso cultural, onde as respostas mais criativas para a pergunta "por que você curte a ciclofaixa?" ganharam uma camisa da campanha, com frases educativas e a estampa da ciclofaixa.
Os corredores exclusivos ocasionaram algumas mudanças nas ruas, como velocidade máxima de 40 km/h para os veículos e disponibilização de 102 operadores de tráfego fardados e agentes da CTTU no horário de funcionamento da ação.

informações: Destak Jornal

Atualizações

Traduzir