PCR interdita duas casas noturnas em Recife

Os estabelecimentos ficam nos bairros de Boa Viagem e Água Fria e não atendiam às exigências da lei. (Foto: Irandi Souza/PCR) 

A Prefeitura do Recife, através da Secretaria-Executiva de Controle Urbano do Recife (Secon), realizou a interdição de duas casas noturnas na manhã desta sexta-feira (5). A Glass House, localizada no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul e o Pagode do Telelê no bairro de Água Fria, na Zona Norte. Nenhuma delas apresentava condições de realizar eventos. As ações aconteceram em parceria com a Guarda Municipal e Polícia Militar.

Em Boa Viagem, os fiscais da 6ª gerência regional já haviam notificado o estabelecimento duas vezes, intimando o responsável a regularizar a situação. De acordo com a secretaria-executiva de Controle Urbano, Cândida Bomfim, a casa noturna não apresenta nenhum dos itens exigidos por lei e o proprietário não se apresentou à gerência regional para regularizar a situação. “Não há atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros, não há alvará de funcionamento, além de não se enquadrarem ao decreto 27.248/13, que prioriza a segurança desses estabelecimentos”, comenta. O responsável pelo estabelecimento não estava no local no momento da vistoria e, por esta razão, a faixa de interdição foi anexada na entrada, junto com um documento intimando-o, mais uma vez, a comparecer à gerência regional.

No bairro de Água Fria, o Pagode do Telelê também não apresentava nenhum dos itens exigidos para o funcionamento. O espaço, além de atuar como casa noturna, também era espaço para eventos infantis. A equipe da pasta foi recepcionada por um representante do responsável, assinando um termo de recebimento das instruções e se comprometeu a comparecer à 2ª gerência regional para regularizar a situação.

Desde o inicio de 2013 a Secon realiza vistorias constantes em boates, casas de show e casas noturnas, visando garantir a segurança dos seus frequentadores. Neste período foram vistoriados 102 estabelecimentos com 34 interdições. Destes, 9 ainda permanecem interditados. Os demais estabelecimentos que foram interditados e liberados se adequaram às normas do decreto 24.248/13, bem como às normas de alvará de funcionamento.



Fonte: PCR

Atualizações

Traduzir